domingo, 8 de dezembro de 2013

Paulo Souto diz que DEM vai esperar 2014 para decidir sobre candidatura

Apontado como um dos grandes líderes da oposição no Estado, com potencial para se colocar no pleito ao Palácio de Ondina, o ex-governador Paulo Souto (DEM) comunga do discurso do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de que o anúncio da candidatura do grupo deve ser feito em 2014.

Em conversa com a Tribuna ontem, o ex-gestor reforçou o discurso de que a maioria confia na definição “entre os primeiros três primeiros meses”. Citado ontem pelo colunista de O Globo, Ilmar Franco, como o candidato já ungido pelos oposicionistas, inclusive, com o apoio do PMDB do pré-candidato Geddel Vieira Lima, Souto voltou a demonstrar resistência sobre a publicidade das conversações ao dizer apenas que não tinha “nada a falar sobre o assunto”. Entretanto, criticou a antecipação do cenário pré-eleitoral pelo governo. “Não ajuda em nada. Acho que de um modo geral isso não pode fazer bem às administrações, pois começa a prevalecer o fato político”, frisou. Apesar da crítica, o democrata pontuou que “respeitava” a posição do governador Jaques Wagner (PT). “Não tenho que opinar sobre o que o governo fez, mas apenas acho que isso reflete administrativamente”. Incitado a falar sobre o assunto, Souto disparou: “Não tem novidade no que eu vou falar. O governo já anunciou o seu candidato.